quarta-feira, 4 de março de 2015

Vaquejada sofre perda, morra vaqueiro Henrique Teles.


















 Estrofes de Alef  Vasconcelos

Segure na mão de Deus
Que é nosso Pai celeste,
Amigo cabra de gado
Vaqueiro cabra da peste.
Desse esporte perigoso
Era um vaqueiro jeitoso
Nosso amigo Henrique Teles.

Estrofe de Roseno OLiveira

O vaqueiro em sua história
Mostra o quanto é valente
Este aí Deus chamou
Mais eu fico condolente.
O vaqueiro é um soldado
Como um guerreiro blindado
Que mata, morre e não sente.
*
Descanse em paz colega
Em fim chegou tua jornada,
Em cada festa de gado
Tens a memória guardada.
Deixaste aqui seu troféu
se tem vaqueiro no céu
Lá também tem vaquejada.

#DescanseEmPaz