quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

CORDEL: Ditados Populares

Á certas frases na vida
Que às vezes sem perceber
Caem na boca do povo
E começam então crescer
Ficam sendo refletidas
Acaba que em nossas vidas
Ganham um grande poder.
*
São os Ditos Populares
Que agora transformo em arte,
E dos ditos mais famosos
Vou fazer um estandarte.
O leitor conte comigo
Porém amigo, amigo,
E negócio fora a parte.
 *
Dá o gato que é de casa
É melhor que dá ao rato,
Fique com um olho peixe
E deixe o outro no gato.
Deus tem muito mais pra dar
Do que o diabo pra tirar
Isso eu considero fato.
  *
O seguro morre de velho
Isso já tá confirmado,
O cabra que é preguiçoso
Sempre trabalha dobrado.
Não adianta estrebuchar
E nem tão pouco chorar
Pelo leite derramado.
  *
Apressado come cru
Isso eu sei direitinho
Também sei que águas passadas
Jamais moverá moinho.
Quem quer se livrar de fardo
Não fica mal acompanhado
Prefere ficar sozinho.
    *
Esperança nunca morre
Pra tudo é essencial,
Se um não quer, dois não brigam.
Isso é um bom sinal.
Os últimos serão os primeiros
E em casa de ferreiro
Todo espeto e de pau.
   *
Quem bate, sempre esquece,
Porém quem apanha, não.
Deus ajuda quem madruga
Pra ganhar o seu tostão.
Briga de marido e mulher
Não se mete a colher
Pra não causar mais questão.
 *
Sei que de boa intenção
O inferno está lotado.
O pau que já nasce torto
Não será desentortado.
Filho criado e crescido
Ainda nos dá moído
Outro trabalho dobrado.
 *
O pior cego é aquele
Que de veras não quer ver.
Quem ri por último, ri melhor,
Assim como deve ser.
Lamentar na incerteza
Pela morte da bezerra
Não há mais o que fazer.
      *
À noite, os gatos são pardos,
Não sei quem disse essa joça!
Se ferradura desse sorte,
Burro não puxava carroça.
Todo plantar sei que é duro
Mais verde colher maduro
Com essa não há quem possa.
        *
Só manda aquele que pode
Obedece quem tem juízo.
Após batalha, os valentes,
Vem quando não é preciso.
Em terra de cego eu sei
Quem é caolho é rei
E não deixa nada indeciso.
     *
Existe o dia da caça
E o dia do caçador,
Que não quer ser lobo tire
Sua pele do cobertor.
Água mole em pedra dura
Tanto bate até que fura
Perseverar sim, senhor.
      *
Este foi só um resumo
Do que o nosso povão dita.
Os ditados que conheço
Deixei aqui nessa escrita.
Mais não vá se contentar
Procure mais pesquisar
Que a lista é infinita.

    Fim!

19 de Janeiro de 2017

   Autor:
Roseno Oliveira
Cordelista