terça-feira, 31 de janeiro de 2017

CORDEL: Dia da Consciência Negra. Por Alef Vasconcelos

Hoje quero aqui falar
Desse assunto presente
Todos nós aqui somos gente
Independendo do que há
Ser negro não é estar
Debaixo dos pés de branco
Digo a vocês e garanto
Eu acho uma linda cor
Forte pura como o amor
Que já derramou muito pranto.
*
Mas a final de conta
Que cor tem essa consciência
Se eu, ele, você, temos a mesma aparência
Somos humanos, somos gente
Somos iguais mesmo sendo diferente
Diga não ao preconceito.
Não deixe esse tal sujeito
Escravizar nossa mente.
*
Ser negro é ser forte
É gente de coragem
Que carrega na bagagem
Um passado sofredor.
Mais que não guarda rancor
Desse injusto sofrimento
Peço a vocês nesse momento
Bote na frente o respeito
Pra derrubar o preconceito
Desse injusto julgamento.
*
Pra sermos gente de verdade
Precisamos amor e querer bem
Repartir nosso pão pela metade
Dividir nosso sonho com alguém.
Plantar uma semente de amizade
No jardim onde nasce solidão.
E dizer no ouvido de um cidadão
Plante um pé de amizade em sua horta
Que a amizade é a chave que abre a porta

Do castelo onde mora o coração.

FIM!

Autor:

Alef Vasconcelos

Lisieux, Santa Quitéria - Ceará