sábado, 24 de janeiro de 2015

Bodas de Algodão


25 de Janeiro
Destaca-se em nosso coração
Sob a lei que rege a humanidade,
Lembra aqui nossa confirmação.
Tendo Deus em nossa história
Mais um ano de vitória
De troféu nossas bodas de algodão.
*



Só sem oficialização
E mais tempo, a gente sabe.
Nosso amor é intenso, é enorme
Que nem mesmo no universo cabe.
Cumplicidade, luta e emoção,
O respeito e a força da união
Solidamente é assim a nossa base.
*
Mesmo que torçam pra que acabe
Jamais iram nos destruir.
Quanto mais inveja sobre a gente
Mais e mais nosso amor vai expandir.
De recalque muitos se corroem
Nosso amor nunca eles destroem
Só Deus separa o que Ele fez unir.
*
Deus nos faz fortes pra seguir
Uma vida terna de felicidade,
E a cada dia que se passa
Admiro a sua capacidade.
Edinete é sempre virtuosa,
Humilde, forte e generosa
Que ajuda ao próximo de verdade.
*
Teu caráter, tua dignidade,
Me orgulham a todo instante,
Companheira fidedigna,
Mulher, amiga, minha amante.
Teu cabelo quando o vento segura,
É mais bela que a brisa que perdura
Numa manhã de inverno exuberante.
*
Tua face é linda e intrigante,
Mestiça seriedade com ternura,
Teu olhar atento e protetor,
Procura ver tudo com lisura.
Tua áurea afugenta o arco-íris,
Os anjos ouvem o que tu dizes
O teu ser é só bondade pura.
*
Nem a musa da literatura,
Iracema, de José de Alencar,
Tem o teu naturalismo,
Teu gênio, tua garra de lutar.
Cê é meu dengo, meu apego,
Afrodita envergonha o povo grego
Se a ti tentar se comparar.
*
Só quero nos parabenizar
Por estarmos juntos estes anos,
Que Deus nos dê a sua benção
Que faça cumprir os nossos planos.
E se acaso existir
E o Senhor nos consentir
Fazer bodas daqui a 500 anos.
*
Rogo força aos meus tutanos
Onde quer que eu esteja
Seu amor dentro de mim
Está presente e lateja.
Na vida tenho só a ti
Onde meu amor festeja.
*
Eis a fonte que despeja
Donde tiro inspiração,
Intimamente ligado
Numa forte conexão.
Estando sempre presente
Te amar é patente
Eterna em meu coração.

Roseno Oliveira

24 de Janeiro de 2015